Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Capitães da Areia

por Nunol0pes, em 23.11.21

capitaes da areia.jpg.crdownload

Por vezes, de tanto ouvirmos falar de um livro, queremos também nós ler e perceber o porquê de tanta “conversa”.  Foi o que me aconteceu com o “Capitães da Areia” de Jorge Amado.  Embora ainda fosse bastante jovem, o universo de telenovelas como Tieta ficou gravado na minha memória. Sempre adorei aqueles mundos cómicos e muito próprios. Decidi tentar verificar se era mesmo assim e decidi ler “Capitães da Areia”.

Devo começar por um apontamento de honestidade: até mais de meio do livro, a leitura foi penosa. Custou ler. As letras ficavam a navegar à frente dos olhos, mas nada me cativava. A situação só mudou quando surge Dora no enredo. De repente, fiquei cativado e rapidamente cheguei ao final e com a sensação de que queria mais.

De que nos fala este livro? De um grupo de meninos e adolescentes rejeitados pela sociedade de São Salvador da Bahia que se vão tornando marginais. Esses meninos são os Capitães da Areia e vivem em comunidade. Existe um líder: Pedro Bala. Vamos acompanhando as suas aventuras e desventuras. As suas fugas à polícia ou do reformatório, os roubos, os esquemas, a proteção do padre José Pedro, de Don’Aninha (a mãe de santo). Enfim, vamos entrando num mundo cruel, no início do século XX, em que a pobreza e a riqueza coexistem em São Salvador da Bahia.

Depois de um início tão difícil, afinal até gostei de ler este livro e recomendo.

Vão ver que vale a pena. Depois partilhem o que acharam.

publicado às 21:12


4 comentários

Imagem de perfil

De imsilva a 23.11.2021 às 22:06

Que susto! Pensei que no final dizias que não gostaste. Para mim é impossível não gostar. Já o li há muitos anos, mas recomendo-o constantemente.
Boas leituras.
Imagem de perfil

De Nunol0pes a 24.11.2021 às 19:43

Gosto de pregar sustos
Falando a sério: de facto, talvez mais por mim do que pelo livro, a leitura da 1ª metade do livro custou, foi difícil. Por vezes acontece. Mas gostei muito da Dora e do sacrifício do Sem Pernas. Acabei por me apaixonar por alguns personagens... sou um sentimentalão
Imagem de perfil

De maga rosa a 23.11.2021 às 22:27


Fala-se em Jorge Amado e eu logo lá!
Há muito que não leio nada dele, mas em tempos foi um dos meus escritores favoritos. Este, "Capitães da Areia", li-o há muitos anos, quase 4 décadas, mas marcou-me de tal maneira que se tornou inesquecível! A leitura só por si, impressionou-me, mas tornou-se ainda mais impressionante e marcante, quando (semanas depois), conheci alguém que bem poderia ter sido um dos personagens do livro. E aí, a história ganhou outra dimensão, tornou-se real. Eu entrei ainda mais dentro dela.
A pessoa em questão ainda hoje continua a fazer parte da minha vida, é o meu companheiro de uma vida. E a vida dele dava um livro, que bem gostaria de ser capaz de o escrever, mas depois penso: afinal ele já foi escrito!

Imagem de perfil

De Nunol0pes a 24.11.2021 às 19:46

Bem, fiquei impressionado Uau
Encontrar, na vida real, uma história parecida com alguns dos personagens do livro é, de facto, fantástico. Essa pessoa continuar na sua vida, bem, isso é um outro nível, e percebo completamente a "paixão" pelo "Capitães da Areia"
Obrigado pela partilha. Gostei de saber!

Comentar post



Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D